Onde existem mãos que abraçam, que se seguram, que cuidam dos mínimos detalhes, que alimentam, que abençoam, mãos que tocam o sino anunciando a presença de Divino neste lugar. Mãos que dançam sob a palha para abençoar e ensinar a grande beleza da caridade sem ostentação, a caridade que agrada a Deus.

Veja mais depoimentos como esse no livro Cartas de amor à Umbanda.

REJANE EMÍLIA

rejane

Fui recebida pelo Pai Joaquim (Pai Tico) que, sentando em seu banquinho, me disse com o sorriso mais amoroso do mundo: “Minha filha, você chegou! Estávamos esperando você. Aqui é o seu lugar.

Veja mais depoimentos como esse no livro Cartas de amor à Umbanda.

SIMONE MORGADO

simone-morgado